Blog em Hiatus

O blog já não é atualizado há um bom tempo, mas isso não significa que ele acabou! Não exite em nos seguir ou deixar comentários, eles serão respondidos e apreciados. Logo eu voltarei a ativa com muitas mais postagens e novidades interessantes para meus queridos leitores e que o ano que segue seja bastante produtivo!

"2015... esse vai ser bom!" -by: me, no primeiro minuto do ano novo.

Procura por algo?

4 de jan de 2014

Playlist da quinzena - My Chemical Romance


Perdoem-me, perdoem-me!
Sim, eu cheguei atrasada na entrega da playlist! Desculpem, mas realmente não pude fazer nada para alterar isso, mesmo assim espero que curtam a nossa nova-velha banda indicada!
Go! Go! Go!
A nossa queridinha da quinzena é a linda, maravilhosa, perfeita e não mais ativa! T^T
My Chemical Romance
~EEEEHHHHH~ isso é a galera indo a loucura!
Eu amo essa banda e todas as suas músicas, albuns, shows, integrantes e por ai vai.

Notem que o tom de empolgação desta postagem será de nível bastante elevado, portanto contentem-se com a minha alegria!

Prosseguindo... andemos para a biografia geral da banda!!
Texto a seguir retirado do seguinte link
O My Chemical Romance surgiu do underground americano para comandar o rock moderno no começo dos anos 2000. Seguindo a deixa trágica dos principais singles da banda, como Helena, I'm not okay (I promise) e Wlcome to the black parade, a banda foi formada em uma catástrofe: o vocalista Gerard Way decidiu montar a banda após ver os atentados contra o World Trade Center em 11 de setembro de 2001. O baterista Matt Pelissier se juntou à banda uma semana depois, seguido de perto pelo guitarrista Ray Toro. O grupo fechou sua formação com o guitarrista Frank Lero e o irmão caçula de Gerard, Mikey Way.
O debute da banda, I brought you my bullets, you brought me your love, foi lançado em 2002 e foi bastante comparado com a banda Thursday, que também veio de New Jersey e misturava letras confessionais com agressividade pop punk. O disco gerou uma pequena base de fãs para a banda, que saltou para o mainstream em 2004 com o disco Three cheers for sweet revenge, que mesmo gerando reação mornas da crítica, angariou uma legião fiel de fãs por meio de singles potentes, como Helena, I'm not okay (I promise) e Ghost of you.
Pelissier saiu da banda em 2004 e foi substituido por Bob Bryar. A banda seguiu turnê, ao lado de bandas como The Used, Alkaline Trio e até abriu alguns shows da turnê American Idol, do Green Day. Antes de partir para o segundo disco, a banda lançou altamente ambicioso e conceitual The Black Parade, que trazia um Way com cabelo curto e platinado e a banda em um visual preto sóbrio, com roupas que lembravam fardas militares. Em 2008, a banda lançou o disco ao vivo Black Parade Is Dead!
Depois da extenuante turnê para o disco The Black Parade, a banda tirou um tempo para relaxar, especialmente os irmãos Way, que enfrentavam situações marcantes em suas vidas, com Mikey lidando com problemas de ansiedade relacionados à vida em turnê e Gerard se tornando papai. Com todas as mudanças, a banda decidiu que era hora de mudar seu estilo. Quando voltaram ao estúdio, resolveram transformar sua imagem gótica por algo novo e fresco, substituindo a atmosfera sombria de seus trabalhos anteriores por exuberância. A banda originalmente entrou em estúdio em 2009 com o produtor Brendan O'Brien, mas, insatisfeitos com os resultados, se livrou do projeto e retornou ao produtor Rob Cavallo, que trabalhou em The Black Parade. Em 2010, chegou às lojas o disco Danger Days: The true lives of the fabulous Killjoys, que mostra a banda em uma fase bem mais colorida, com Gerard ruivo brilhante e Mikey com o cabelo comprido e platinado.
A sonoridade também se transformou, ainda que bebendo bastante do pop punk, como sempre, o My Chemical Romance mirou em sintetizadores e beats na construção de um disco com um ar meio retro-futurista. Do disco, já saíram os singles Na Na Na e Sing que, pelos clipes, contam a história dos Killjoys contra uma industria maligna (a BL/ind) em um cenário pós apocalíptico.

Fotos:






Espero que tenham gostado!!
Kissus~

2 comentários:

  1. Nhaw! Eu percebi, ficou ótimo *-* Eu gosto dessa banda as musicas me faz sentir feliz c: aheuahuehaue' *0* Minha musica favorita é "Sing" >.<

    Kissus
    Aozora Namida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, elas são inspiradoras e eles não tem um tema fixo! Falam sobre tudo e todos! Julgam e defendem ideais próprios, são talentosos demais e o fim da banda me fez chorar de verdade! Espero que algum dia eles retomem a fama... :/

      Kissus~

      Excluir

Oi meus kuro nekos!
Podem comentar a vontade e sobre o que quiserem, mas sempre respeitando algumas regrinhas! Não xingue ou se refira de maneira ofensiva a outro leitor ou ao próprio post, opiniões podem ser expressas sem agressividade, o que gera uma discussão saldavel sobre o assunto em questão! Coisas hentai (pevertidas ou segundas intenções) também não são permitidas...
Obrigada pela atenção ^.^